Saturday, Dec. 16, 2017

Meio Ambiente: Conheça a história comovente de um cão chamado Vitório

Escrito por:

|

31 de janeiro de 2012

|

Publicado em:

Meio Ambiente: Conheça a história comovente de um cão chamado Vitório

Olá amigos, meu nome é Vitório e hoje escrevo pra vocês um pouco da minha história de vida. Tenho aproximadamente 3 anos de idade e ganhei este nome pela trajetória que passei. Eu era um cão normal, quatro patas, um focinho, um rabo balançante, corria, pulava, latia, como todos. Eu também tinha uma casa e vivia como todo cachorro normal. Não me lembro de ter feito alguma coisa que tenha desagradado ao meu dono, e nem se fui um mau cachorro!

Eu adorava passear, tanto a pé como de carro, mas de carro era aquela sensação gostosa do ventinho pegando no rosto, certo dia em 2011, fomos passear de carro, e como todo cachorro, não tem coisa melhor do que ir numa janela sentindo aquele cheirinho de tudo! Só que o que eu não sabia, é que ali não seria um passeio como outro qualquer. Estava eu cheirando o ar, sentindo o perfume da natureza, quando de repente sem nenhuma explicação me jogaram pela janela do carro, nem deu tempo de pensar, mas imaginei que devo ter escorregado, nem deu tempo de eu levantar e veio outro carro e passou por cima de mim.

Fiquei agonizando naquele asfalto quente, esperando que meu dono percebesse que eu havia caído e voltasse pra me pegar, eu tava precisando dele, mais do que nunca. Os minutos foram se passando e nada dele voltar, comecei a ficar preocupado, estava com muita dor. Muita gente passava e me olhava com pena, mas ninguém fazia nada por mim e eu quase morri. Até que fui acolhido pela ONG Amigo Bicho, fui levado ao veterinário, recebi todo tratamento necessário, mas acabei perdendo os movimentos das patinhas traseiras, me tornando paraplégico.

Estava há quase um ano esperando por um novo dono, mas dessa vez um dono de verdade, eu sabia que seria muito difícil, chorava todos os dias, não mais de dor, mas de tristeza, sem saber meu futuro, apesar de que muitas pessoas me deram carinho, mais eu queria mesmo uma mãezinha e um paizinho.

Dia 20 de janeiro, eu estava bem descansado na casa da minha tutora provisória quando me levaram para uma casa estranha, fiquei confuso, mais daí eu vi uma pessoa se aproximando com um sorriso e me olhando, como se eu fosse o maior tesouro do mundo, até desconfiei, pensei muitas coisas, fiquei sem entender nada. Mas ela me pegou no colo, me abraçou, eu estava perplexo. Imaginei, faz muito tempo que não ganhava um, carinho assim. Ela ficou me segurando no colo e conversando com as pessoas e de repente as pessoas foram embora me deixando ali.

Então, no dia seguinte, me levaram de carro para visitar minha tutora, bateu-me um desespero tão grande, fiquei pedindo a Deus que não me jogassem da janela novamente, resolvi tentar relaxar, até que consegui ir na janela pegar (foto acima) um vento no rosto como há tempos não fazia, me arrisquei, poderiam me jogar pra fora de novo, mas não. Acabei curtindo o passeio, me senti livre novamente.

Fui ganhando carinho e mais carinho, estava adorando, até que a moça que me levou pra essa casa me explicou que ali seria meu novo e definitivo lar, onde ela me prometeu muito amor e carinho, acabei percebendo que havia realizado meu sonho, ter uma mãezinha.

Essa é uma parte resumida da minha vida, o passado já passou, quero esquecer. Quero agora é ser feliz como nunca fui. Eu estou precisando de uma cadeirinha de rodas, porque de tanto me arrastar pelo chão acabei criando escaras, como sou muito feliz e quero brincar e brincar, eu também me corto nos rejuntes do piso do chão. Por isso é muito importante essa cadeirinha pra mim.

Eu tinha uma que me emprestaram, mas precisei devolver, e ela também não era para o meu tamanho, vivia caindo, mas o Veterinário me deu esperança que posso voltar a andar de novo, isso eu quero demais!! Mas para isso precisarei fazer fisioterapia, para poder um dia voltar a andar de novo!

Minha cadeirinha custa R$350,00 (por ser uma cadeirinha especial para dormir também) e minhas Fisioterapias R$ 15,00 por sessão (era 30,00, mas ganhamos um desconto) só que preciso fazer três por semana. Preciso também ser castrado para ver se diminui a quantidade de xixi por dia, como não sinto quase nada da cintura pra baixo, às vezes faço xixi e cocô e nem sinto, acabo me assando todo.

A pessoa que me adotou se chama Beatriz, mas podem chamá-la de Bia, ela já tem mais alguns cães e gatos, todos me adoraram, e agora são meus amigos, meus irmãos. Só que a Bia não tem como comprar a cadeirinha pra mim, me castrar e pagar minhas fisioterapias. Então se cada pessoa que ler minha história, contribuir com qualquer valor, poderei ter uma qualidade de vida melhor e quem sabe voltar a andar.

Meus gastos iniciais seriam a castração e a cadeirinha que daria R$ 470,00, um mês de fisioterapia custarão R$ 180,00. Você não precisa doar o dinheiro todo para cadeirinha, fisioterapia ou castração, doando desde R$ 1,00, R$ 5,00, R$ 10,00 ou qualquer outro valor já irá me ajudar. Talvez pra você não faça falta, mas para mim fará toda diferença.

PARA DOAR:

Quem puder me ajudar pode depositar qualquer valor na conta da minha nova mamãe Bia.

ITAU
Agência 6448
Conta Corrente 01223 -4
Beatriz Tonon R Machado

Se você doar envie um email para biavn@hotmail.com e informe que a doação foi para o VITÓRIO, você deve enviar o comprovante de depósito em anexo ou informar o número da transação e o valor. Ajudem-me, por favor!

Mais informações pelo email da ONG AMIGO BICHO de Içara: ongamigobicho@hotmail.com

APOIO: SOS VIRA-LATA e AMIGO BICHO

Contamos com sua ajuda, o Vitório merece!

Leia também:

Share This Article

Related News

Comportamento: Crise de identidade
Cultura: Publicitário criciumense lança livro de poesias e crônicas
Comportamento:  Questões para repensar ou discordar. A escolha é sua!

About Author

mairarabassa



Deixe um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>